Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Anápolis se transforma durante quatro dias na capital da viola

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

01/10/2018 16h32 - Atualizado em 02/10/2018 07h37

Anápolis se transforma durante quatro dias na capital da viola

Grandes shows, mostra competitiva com R$ 18 mil em prêmios, exibição de documentário e oficinas: 8º Festival Anapolino de Viola movimenta a cidade

Cerca de três mil pessoas estiveram na Praça Dom Emanuel no domingo, 30, para o encerramento do 8º Festival Anapolino de Viola, que contou com as apresentações de Marcus Biancardini e da dupla Zé Mulato e Cassiano, além da entrega da premiação para os músicos participantes da mostra competitiva. A excelente estrutura de palco, o nível de qualidade da música apresentada, além de uma ampla praça de alimentação, resultou em uma excelente atração para as famílias anapolinas.

Todos receberam com entusiasmo os novos talentos – como Vinícius e Venâncio, filhos da cidade, que ficaram em segundo lugar na categoria música interpretada –, bem como as atrações principais do festival, o violeiro Marcus Biancardini e a dupla Zé Mulato e Cassiano.

Durante quatro dias, Anápolis se tornou a capital da viola. Ao todo, 38 inscritos com 56 músicas concorreram em duas categorias (música autoral inédita e música interpretada), que distribuíram R$ 18 mil em dinheiro.  Além disso, os 20 selecionados que subiram no palco para a disputa receberam cada um o cachê de R$ 500,00.

O festival ainda promoveu a exibição do documentário “A Moda é Viola”, dirigido por Reinaldo Volpato e que faz um panorama sobre a moda caipira e procura desvendar as origens da música e do instrumento. Centenas de estudantes da rede pública acompanharam as exibições do filme realizadas no Sesc Jundiaí.

Também foram oferecidas duas oficinas durante o evento. Sabah Moraes passou seus ensinamentos sobre canto popular. Já Roberto Corrêa ministrou curso de aperfeiçoamento para viola caipira.

O secretário municipal de Cultura, Erivelson Borges, destacou o trabalho feito pelos organizadores do Festival Anapolino de Viola e comentou que a qualidade do evento resultou em um grande público. “É com satisfação que a Prefeitura de Anápolis promove eventos que engrandecem nossa cultura regional”, disse.

O 8º Festival Anapolino de Viola é uma realização da Prefeitura Municipal de Anápolis, juntamente com a Associação Cultural Motriz, com recursos do Fundo de Arte e Cultura de Goiás 2017.

OS VENCEDORES

Músicas Inéditas:  

1º Lugar: Aparício Ribeiro com “Folclore e Natureza”
Premiação de R$ 5 mil

2º lugar: Pamella Viola e Karoline com “Viola Xonada”
Premiação de R$ 3 mil

3º lugar: Zé Borges e Wanderson com “Poeta de Verdade”
Premiação de R$ 2 mil

Músicas Interpretadas:

1º lugar: Bruno e Felipe com “Viola de Aroeira”
Premiação de R$ 3,5 mil

2º lugar: Vinícius e Venâncio com “Viola Cultura”
Premiação de R$ 2,5 mil

3º lugar: Pamella Viola e Karoline com “Be a Bá da Viola”
Premiação de R$ 2 mil