Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Atendimento com transporte de pacientes é aprovado pela população

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

09/05/2019 11h33 - Atualizado em 09/05/2019 11h51

Atendimento com transporte de pacientes é aprovado pela população

Após triagem médica na UPA, pacientes com perfil azul e verde, tem a opção de serem atendidos nas unidades Abadia Lopes e Parque Iracema

Foto: Renato Lopes - Dircom

Dor de garganta, mal-estar e febre fizeram com que a dona Raimunda Oliveira, 54, procurasse a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h. Passou pela triagem e foi identificada como paciente verde que, conforme a classificação de risco (veja quadro abaixo) pode aguardar até três horas ou ser encaminhada pra outra unidade. A dona de casa optou por se deslocar à Unidade Abadia Lopes da Fonseca por meio do transporte de pacientes disponibilizado pela Prefeitura de Anápolis desde 1º de abril.

Ela conta que na triagem veio a informação e foi oferecida a opção do transporte. “Eles me explicaram direitinho que eu poderia vir e seria levada de volta. Além disso, me falaram também sobre outros casos mais graves que seriam prioridade e aqui meu atendimento seria mais rápido”, contou. Somando o trajeto de ida e volta e o atendimento médico, ela gastou 2h10. “Muito mais rápido que na rede particular”, frisou.

Desde o primeiro dia de funcionamento o novo modelo de funcionamento foi bem aceito pelos pacientes. Cláudio Antônio Pires, 39, que estava com mal-estar e dor de cabeça não sabia do sistema, mas não pensou duas vezes em se dirigir à unidade do Parque Iracema. “Existem casos muito mais graves que o meu aqui na UPA, assim não vou perder tempo”, disse.

E os números comprovam a eficácia do novo sistema. A média de atendimentos na UPA que era de 14 mil pacientes mês, passou para 12 mil. “Ou seja, cerca de dois mil pacientes foram encaminhados para onde de fato devem receber atendimento, após passarem pela triagem conforme a classificação de risco”, ressalta o diretor de Urgência e Emergência, Eduardo Sardinha.

O objetivo da Prefeitura com esse novo modelo foi melhorar e agilizar o atendimento. Assim é possível classificar de modo mais rápido e preciso o quadro do paciente. Se ele se encaixar nos perfis azul e verde têm à sua disposição transporte para as unidades Abadia Lopes da Fonseca e Parque Iracema, que funcionam em horário estendido e possuem livre demanda. Caso seja amarelo, laranja ou vermelho será atendido na própria UPA. “Lembrando que esse transporte é uma opção do paciente visando a agilidade. A UPA é uma unidade de portas abertas”, destaca o diretor.

Saúde da Família
Além da agilidade o novo modelo também foi eficaz no trabalho educativo sobre o atendimento nas unidades da Estratégia de Saúde da Família (ESF) que são a porta de entrada de pacientes classificados com as cores azul e verde, ou seja, que apresentem sintomas menos graves. “Muitos pacientes nem sabiam que alguns casos podem ser atendidos nas unidades de saúde da família. Com esse trabalho realizado nas de horário estendido estamos mostrando a estrutura que existe bem próxima à população”, afirma a diretora de Atenção Básica, Érica Dias.

Nas unidades do Parque Iracema e Abadia Lopes, com o novo modelo de funcionamento, o atendimento aumentou cerca de 60%, uma quantidade maior que os pacientes encaminhados pela UPA. “Isso significa que as pessoas já estão sabendo onde procurar. O número de atendimento em todas as unidades de Saúde da Família aumentou. Estamos no caminho certo”, destaca a diretora.

Saiba mais
O transporte é opcional e parte da UPA– no período das 7h às 19h - de uma em uma hora se alternando entre as unidades Abadia Lopes e Iracema. O retorno do paciente ao local de origem também é feito pelo veículo do município. Tem direito a acompanhantes os pacientes que estão dentro dos parâmetros previstos em lei como idosos, crianças, pessoas com deficiência, entre outros. Tanto na UPA quanto nas unidades possuem servidores capacitados para acolhimento e encaminhamento.

As unidades Abadia Lopes e Iracema funcionam desde novembro em horário estendido, ou seja, das 7h às 22h, todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados. Os demais postos espalhados pela cidade atendem de segunda a sexta das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Alguns exemplos de sinais e/ou sintomas que correspondem às cores da classificação de risco (lembrando que estes podem mudar conforme sinais e/ou sintomas associados)

Azul
Troca de receitas
Mal-estar sem nenhum sintoma aparente ou associado
Troca de sondas vesicais
Retirada de pontos
Consultas rotineiras
Pedido de exames

Verde
Dor e/ou inflamação de garganta
Dor de cabeça
Pressão alta
Febre até 38,6 isolada e/ou associada a outro sintoma
Dores leves em geral
Tosse seca ou produtiva
Processos alérgicos simples

Amarelo
Febre acima de 38,6 associada com outros sinais e sintomas
Dores fortes
Vômitos intensos com sinais de desidratação
Falta de ar com oxigenação baixa

Laranja
Cólica renal
Desidratação severa
Sangramentos intensos
Pneumonia com sinais de hipóxia (baixa concentração de oxigênio no organismo)

Vermelho
Infartos
Acidente vascular cerebral
Crises convulsivas
Vítimas de armas