Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Melhoria proposta pelo Governo Federal já acontece em Anápolis

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

03/01/2019 16h40 - Atualizado em 09/01/2019 09h19

Melhoria proposta pelo Governo Federal já acontece em Anápolis

Horário estendido foi implantado nas unidades de saúde Abadia Lopes da Fonseca e dos parques Iracema e Pirineus

O novo modelo de saúde pública que o governo federal pretende adotar, conforme pronunciamento do ministro Luiz Henrique Mandetta, na quarta-feira, 2, já é realidade em Anápolis. Desde o dia 29 de outubro, a cidade passa por ampla reestruturação na rede municipal, na qual um dos pilares foi a implantação do horário estendido ou terceiro turno na atenção básica.

Os exemplos são as unidades de saúde dos parques Iracema, Pirineus e Abadia Lopes da Fonseca. Neste último, também há o atendimento especializado à mulher, com realização de exames como mamografia, até as 22h. As unidades possuem equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) compostas por médicos, enfermeiros, odontólogos, técnicos em enfermagem, auxiliar de saúde bucal e agentes comunitários de saúde.

É importante lembrar que nestes locais são recebidos apenas os casos menos complexos, com perfil ambulatorial. Situações de urgência e emergência devem ser atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), Hospital Municipal Jamel Cecílio e outras instituições com o devido suporte como a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana).

À época do início da reestruturação, uma das maiores preocupações do prefeito Roberto Naves foi justamente ampliar os serviços à população. “É uma forma de otimizar os serviços e oferecer atendimento com mais qualidade”, frisou. E as medida também têm como viés a humanização da saúde pública, já que o modelo oferece mais opções como para trabalhadores que, muitas vezes, deixam de ir a uma unidade por falta de tempo. “Com isso muito mais pessoas podem cuidar de sua saúde e da sua família”, complementa o secretário municipal de Saúde, Lucas Leite.

Informatização
Outra proposta do governo federal para a melhoria na saúde pública também já está em fase de implantação em Anápolis. Trata-se da informatização, que aqui, por meio de prontuário eletrônico, funciona como projeto piloto em unidades como Parque Iracema, no Hospital Municipal Jamel Cecílio e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h).

A informatização do sistema de saúde também integra o processo de reestruturação iniciado na rede municipal de Anápolis. Isso inclui a instalação de software para gerenciar e garantir a transparência de todas as informações que circulam em todas as esferas da saúde pública. O sistema ainda prioriza o controle e abastecimento de medicamentos, regulação de consultas, exames e internações com a garantia de dados reais por meio do prontuário médico digital.