Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Mudanças no Código de Trânsito Brasileiro começaram a valer na quarta-feira, 1º

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

01/11/2017 16h31 - Atualizado em 06/11/2017 12h00

Mudanças no Código de Trânsito Brasileiro começaram a valer na quarta-feira, 1º

A Prefeitura de Anápolis, por meio da CMTT, alerta sobre as modificações

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Companha Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), alerta para as alterações no Código de Trânsito Brasileiro que começaram a valer na quarta-feira, 1º de novembro. Na rodovia, por exemplo, se não sinalizado, o trecho da via ordena novas velocidades para o condutor. Em pistas asfaltadas simples, a velocidade máxima será de 100 km/h, para veículos leves e 90 km/h, para os pesados. Em pistas duplas, sobe para 110 km/h, para leves e permanece em 90 km/h, para pesados. Em estradas, não passa de 60 km/h, para ambos os tipos de veículos.

Mas, dentro da cidade, também há novidades, como a penalidade para quem estacionar na vaga de deficiente ou idoso, sem o cartão. Nesses casos, a infração passa a ser gravíssima. Pior para o bolso do infrator, já que houve correção nos valores, com esse tipo de multa subindo de R$ 191,54 para R$ 293,47. Houve aumento de até 66% nos valores das multas de trânsito. (Confira o quadro com os novos valores abaixo)

Quanto àqueles que não perderam o hábito de falar ao telefone, enquanto dirigem, preparem-se para o novo valor da multa, que salta dos atuais R$ 85,13 para R$ 130,16. Mas, se o volante for abandonado para manusear o aparelho, a multa será incrementada, passando à R$ 293,47, tornando a infração gravíssima.

Se recusar a fazer o teste do bafômetro passa a ser caracterizado como infração gravíssima, com o condutor tendo a habilitação apreendida e suspensa por 12 meses. Também foi determinada a criação de um sistema eletrônico de notificação das autuações. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) irá desenvolver, padronizar, manter e fazer a gestão.

Para quem costuma obedecer a legislação, a adaptação às novas regras não será difícil. Mas, quem, ao contrário, coleciona pontos na habilitação, vai o alerta: com 20 pontos ou mais, a carteira de motorista fica suspensa por no mínimo 6 meses, podendo ficar retida por até um ano.

O que não mudou foi a necessidade de atenção e responsabilidade ao dirigir. A Prefeitura de Anápolis, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), desenvolve campanhas de educação no trânsito, com o objetivo de conscientizar a população sobre a necessidade de respeito às leis. Uma delas, está em andamento nesse momento. A campanha Mão na Faixa está alertando para a importância do respeito à faixa de pedestre na travessia de ruas e avenidas.

Categoria

Valores antigos

Novos valores

Reajuste percentual

Leve (3 pontos)

R$53,20

R$88,38

66,12%

Média (4 pontos)

R$85,13

R$130,16

52,90%

Grave  (5 pontos)

R$127,69

R$195,23

52,90%

Gravíssima (7 pontos)

R$191,54

R$293,47

52,20%