Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ O trânsito começa pela educação

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

14/12/2018 16h33 - Atualizado em 14/12/2018 17h06

O trânsito começa pela educação

Autarquia realiza diversas ações ao longo de 2018 para orientar e conscientizar o anapolino, alcançando mais de 95 mil pessoas diretamente

Foto: Paulo Giovanni/Ascom

Trânsito é, antes de tudo, uma questão de educação. Não é à toa que a CMTT (Companhia Municipal de Trânsito e Transporte) mantém um amplo calendário de atividades no setor. Apenas em 2018 foram mais de 95 mil pessoas alcançadas diretamente por palestras, exposições e campanhas. “Um trabalho contínuo, realizado por equipe especializada, com resultados que se manifestam na redução de aproximadamente 30% no volume de acidentes ao longo de 2018”, explica o diretor da autarquia, Fernando Cunha.

E se trânsito é educação, nada melhor do que começar bem cedo. A Campanha Agente Mirim de Trânsito foi uma das mais amplas e exitosas realizadas no ano. Composta por palestras de orientação e conscientização, além de apresentações teatrais, ela envolveu mais de seis mil crianças e adolescentes de 29 instituições de ensino públicas e privadas. Com o mesmo viés educativo, a CMTT promoveu palestras em mais de 20 empresas e órgãos, com a participação de pelo menos três mil pessoas, que foram orientadas sobre direção defensiva, normais gerais de trânsito e a perigosa relação entre álcool, drogas e o volante.

Já tradicional, a Campanha de Volta às Aulas foi levada a seis escolas municipais espalhadas pela cidade, duas unidades do Colégio Militar e uma particular. A iniciativa se resume em conscientizar pais e alunos sobre segurança no trânsito. O respeito ao pedestre, principalmente, e ao condutor, foi mote de outro trabalho: a exposição das ‘mãozonas’. Com a utilização desses elementos e de guardas de papelão em 17 ruas e avenidas da cidade, o anapolino recebeu mensagens alertando sobre a necessidade de uma relação respeitosa entre cada ator dentro do trânsito.

As ações se desenvolveram também por meio do corpo a corpo nas principais vias e praças de Anápolis, entre elas a Brasil, Santos Dumont, Pedro Ludovico e Universitária. “Esse trabalho consistiu na abordagem de condutores e pedestres, na adesivação ‘Trânsito Seguro’ e na entrega do chamado lixo-car. A cada contato, uma dica para humanizar a relação nem sempre fácil de motoristas e de quem transita a pé”, detalha Fernando Cunha.

A Semana Nacional de Trânsito, mobilização de caráter nacional e que se realiza entre os dias 18 e 25 de setembro, foi mais um trabalho levado muito a sério pela CMTT. A importância do cinto de segurança foi a base da campanha, que levou ao público o simulador de impacto, para ilustrar o que pode acontecer a uma pessoa em um acidente de carro.

Prefeitura em Ação
A CMTT participou das oito edições do programa Prefeitura em Ação em 2018. Nelas, servidores da autarquia esclareceram e orientaram a população, muitas vezes de forma lúdica, sobre questões básicas de trânsito, sempre com ênfase na educação como agente de transformação.