Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Preços de pescados podem variar 160% de um estabelecimento para outro

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

14/03/2018 11h58 - Atualizado em 14/03/2018 12h05

Preços de pescados podem variar 160% de um estabelecimento para outro

Pesquisa realizada pelo Procon em peixarias e supermercados ajuda o consumir na hora da compra

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor/Procon Anápolis divulgou nesta terça-feira, 13, uma pesquisa de preços de pescados. O resultado são produtos idênticos com oscilações de preços que chegam a 160% nas peixarias e 109% nos supermercados.

Na pesquisa dos pescados, foram avaliadas 22 variedades, entre elas bacalhau, camarão e sardinhas de diversas quantidades nos mesmos estabelecimentos. De acordo com o levantamento feito pelo órgão, o lambari é o vilão da vez com a maior oscilação (160%), seguido pelo bacalhau saithe (114%) e pelo filé de merluza (109%).

Segundo o secretário municipal de Defesa do Consumidor, Robson Torres, a pesquisa é realizada anualmente e tem como objetivo orientar o consumidor quanto à variação de preços nesta época do ano, período em que estes produtos são mais comercializados.

Pesquisa em supermercados

Pesquisa em peixarias