Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Prefeitura garante iluminação pública por um ano

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

17/05/2017 14h46 - Atualizado em 18/05/2017 14h42

Prefeitura garante iluminação pública por um ano

Licitação para compra de lâmpadas e outros materiais já foi concluída, com economia de 55% sobre a estimativa inicial de investimento

O problema de iluminação pública, um dos principais desafios herdado pela atual administração, está bem próximo de uma solução. O pregão presencial realizado pela Prefeitura de Anápolis já foi concluído e a expectativa é de que, em até 20 dias, equipes da Secretaria Municipal de Obras já estejam em campo efetuando trocas e instalando novas lâmpadas e outros equipamentos em toda a cidade, com ênfase nos bairros que ainda não receberam a visita de técnicos da pasta.

Oito empresas foram habilitadas e seis delas vão fornecer os 117 itens de iluminação constantes no certame relizado pela Prefeitura. O investimento total será da casa de R$ 2,226 milhões, o que representa uma economia de 55% em relação à estimativa inicial, de pouco mais de R$ 5 milhões. Conforme o gerente de Iluminação Pública da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, Leonardo da Silva Freitas, o material será suficiente para um ano de cobertura em toda a cidade. 

Entre os locais que devem ter prioridade no atendimento estão o Bairro Paraíso e Novo Paraíso, além da região do aeroporto, os distritos de Goialândia e Joanápolis e o povoado de Branápolis. Com a instalação e manutenção desses itens, a Prefeitura sinaliza com o fim de uma situação crítica, provocada pela falta de planejamento da gestão anterior - que não deixou estoque ou recursos para aquisição de materiais de iluminação -  que deixava a população refém da escuridão e, consequentemente, da ação de criminosos. 

Ações

Neste ano, foi realizada uma compra emergencial, no mês de março, para amenizar o problema e o trabalho da iluminação pública continua sendo realizado, em caráter emergencial, de acordo com as demandas mais urgentes de cada região da cidade. Agora, com material já garantido por um ano, a Prefeitura se organiza de olho em um futuro mais distante, para evitar a interrupção na prestação desse serviço essencial.