Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Procon verifica aumento de 8,6% em apenas um mês

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

04/06/2018 17h57 - Atualizado em 07/06/2018 17h05

Procon verifica aumento de 8,6% em apenas um mês

O valor médio que era de R$ 130,40 em maio, foi para R$ 141,59 em junho

Não são somente os combustíveis e o gás de cozinha que tiveram alta nos últimos dias. Depois da greve dos caminhoneiros, que paralisou grande parte do transporte no País, a cesta básica apareceu bem mais salgada em Anápolis, 8,6% mais cara do que o levantamento feito em maio, segundo a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon). E o termo salgado nunca serviu tão bem. É que o principal vilão é justamente o sal refinado, cuja variação de um estabelecimento para outro chega a 192%. 
 
Apesar da maior variação entre um comércio e outro aparecer no sal, o produto que apresentou diferença mais acentuada de preço é a batata, cujo quilo saltou de R$ 2,24 para R$ 6,46 neste mês, valor quase triplicado. A diferença do produto entre os estabelecimentos também é expressiva: 148%. 
 
O aumento no valor total da cesta básica de maio para junho já era esperado, informa o secretário municipal de Defesa do Consumidor, Robson Torres. "Era previsível devido à escassez de produtos, principalmente, os hortifrutigranjeiros", diz. Muitos alimentos apodreceram devido à falta de transporte, causando prejuízo aos produtores. "Mas o consumidor não pode ser prejudicado. E o Procon está de olho nisso", afirma, se referindo à fiscalização feita pelo órgão que será ainda mais rigorosa. 
 
Pesquisa
O levantamento de preços ainda é o melhor instrumento para controlar os gastos em casa. O Procon alerta o consumidor a ficar sempre atendo às diferenças de preços nos estabelecimentos comerciais e a denunciar em caso de suspeita de abuso nos valores praticados.
 
A pesquisa realizada mensalmente pelo Procon se baseia no perfil de consumo da família anapolina. Seis supermercados foram visitados e analisados 27 produtos para a cesta básica: 18 de alimentação, quatro de limpeza doméstica e cinco de higiene pessoal.
 
Clique aqui para conferir a pesquisa completa.