Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Profissionais da saúde recebem capacitação sobre o diabetes

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

10/05/2019 17h23 - Atualizado em 10/05/2019 17h30

Profissionais da saúde recebem capacitação sobre o diabetes

Durante três dias, cerca de 200 profissionais receberam informações para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e cuidados

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 16 milhões de brasileiros sofrem de diabetes. Vários fatores desempenham papel importante para este crescimento, tais como obesidade, sedentarismo e alimentação inadequada. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde ofereceu curso de educação em diabetes para profissionais das unidades de saúde.

A capacitação - que aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde – foi ministrada pela equipe do programa de Controle do Diabetes da Prefeitura de Anápolis para os profissionais que compõem a rede de Atenção Básica, com o objetivo de aperfeiçoar o atendimento aos diabéticos

Durante três dias, nos períodos matutino e vespertino, cerca de 200 profissionais receberam informações para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e cuidados com o diabetes, além de prepará-los para o atendimento aos pacientes.

Para isso, foram abordados os principais conceitos do Diabetes Melittus; manejo, principais cuidados, tipos de tratamentos e orientações; conservação de insulinas; identificação dos locais de aplicação e importância do rodízio; compreensão da importância da automonitorização; descarte correto de insumos; influência da alimentação no controle da diabetes; legislação e o cenário atual em Anápolis; e acolhimento ao paciente e família do portador do diabetes.

Saiba mais
O diabetes é visto como um problema de saúde pública que deve ter diagnóstico e tratamento conduzidos na Atenção Básica, considerada a porta de entrada preferencial do SUS. Evidências demonstram que o bom manejo dessa doença nos primeiros níveis de atenção pode evitar hospitalizações e maiores complicações em relação, por exemplo, a doenças cardiovasculares, consideradas a principal causa de mortalidade no Brasil e no mundo.

Na prática, a atuação da Atenção Básica pode ser traduzida em uma série de ações para as quais as equipes de saúde devem estar atentas. Isso inclui uma atitude pró-ativa para detecção precoce de pessoas com diabetes na comunidade e para o seu acompanhamento, além do desenvolvimento de ações de educação em saúde que visem diminuir a ocorrência da doença e assim reduzir a morbimortalidade que está associada a ela.

Outra frente em que os profissionais devem atuar no cuidado à pessoa com diabetes é a área de educação em saúde, com foco na conscientização para um estilo de vida mais saudável.

O diabetes exige alguns cuidados que são para o resto da vida, tanto para o paciente, quanto para a família. Ambos precisam tomar uma série de decisões relacionadas ao tratamento do diabetes: medir a glicemia, tomar medicamentos, exercitar-se regularmente e ajustar os hábitos alimentares. Além disso, pode ser necessário apoio psicológico. Como as consequências do tratamento são baseadas nas decisões tomadas, é de extrema importância que as pessoas com diabetes recebam educação de qualidade, ajustada às necessidades e fornecidas por profissionais de saúde qualificados.