Página Inicial / Multimídia/ Notícias/ Taxa de geração de empregos se mantém positiva em Anápolis

ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

03/10/2017 17h09 - Atualizado em 05/10/2017 14h47

Taxa de geração de empregos se mantém positiva em Anápolis

Investimentos da Prefeitura em qualificação profissional contribuem para o bom resultado obtido mesmo em tempos de crise da economia

Diferente de 2016, quando a taxa de desemprego em Anápolis superou a de empregos gerados, neste ano o saldo se manteve positivo todos os meses, especialmente em agosto. Este resultado demonstra que a cidade anda na contramão da crise econômica que assola o país. O secretário do Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, Rodolfo Valentini, comemorou os números. “Goiás teve o 3º melhor desempenho no Brasil e Anápolis ajudou a puxar esse índice, ficando à frente dos maiores municípios do Estado”, avaliou. 
 
No mês de agosto, Anápolis contratou 3.226 pessoas e demitiu 2.865, o saldo positivo foi de 361. No mesmo período do ano passado foram 3.062 contratações contra 2.971 demissões, um saldo de 91 vagas, ou seja, em comparação com esse ano, o desempenho é superior para 270 vagas. Estes números constam do relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados na semana passada.
 
Quem puxa esses números pra cima ainda é o setor de serviços, que registrou neste mês um saldo positivo de 153 vagas. Mas deve-se dar destaque à construção civil, que conseguiu reagir aos saldos negativos durante vários meses consecutivos e, em agosto, fechou com o saldo positivo de 131 vagas. O comércio também merece ser citado. Durante o ano esteve com constantes resultados negativos, mas em agosto fechou com o saldo positivo de 93 vagas, com perspectiva de se manter até o fim do ano devido à proximidade das datas comemorativas mais lucrativas para o comércio.
 
Cursos de qualificação
Para incentivar ainda mais a geração de empregos, a Prefeitura de Anápolis, por meio do Programa Qualificar, tem buscado parcerias para oferecer gratuitamente cursos de qualificação à população. “Em agosto, 301 pessoas conseguiram entrar, pela primeira vez no mercado de trabalho formal, depois de passarem por algum tipo de qualificação. Isso mostra a importância que tem os cursos promovidos pela Prefeitura”, argumentou Rodolfo Valentini.
 
Um deles é o curso de Corte e Costura oferecido no Centro de Formação Profissional (Cenfor) do Munir Calixto. Só neste ano, 91 pessoas se formaram em corte e costura, número que vai aumentar, já que há 72 alunos concluindo o curso na cidade. Ao final, eles serão encaminhados automaticamente ao mercado de trabalho, já que a procura por esse tipo de qualificação é grande. 
 
Outros cursos oferecidos pelo programa qualificar são: Informática Básica e Excel, Recursos Humanos, Atendente de Caixa, Práticas Laborais, Inglês, Segurança do trabalho, Programação e desenvolvimento para internet, etiqueta e cerimonial de eventos, instalador hidráulico residencial, pintor de obras imobiliárias, salgadeira, viveiricultor, músico de banda, horticultor. Neste ano 1.099 pessoas conseguiram se formar gratuitamente em cursos de qualificação como estes.